Archive for the ‘IPS’ Category

De volta!

Posted: 25 Março, 2011 by AEESE in AE ESES, ESE, IPS, Setúbal

É verdade… Após um longo período de interregno, decidimos por bem voltar ao activo com este nosso/vosso blog. Qual é o objectivo? O objectivo é informar, manter os alunos informados sobre quaisquer actividades da Associação de Estudantes, da ESE ou de outras instituições que achemos que deverão ser mencionadas no nosso espaço.

Reabrimos o blog com o intuito de pudermos abrir mais um espaço de discussão e um espaço em que vocês alunos possam dar o vosso contributo, que achamos ser muito e cada vez mais importante para a resolução dos problemas. Não hesitem em contactar-nos, estaremos inteiramente à vossa disposição para o que der e vier.

cartaz sa setubal 2009

Clicar na imagem para ver maior

 

Apresentamos aqui o cartaz da Semana Académica de Setúbal 2009. Mais uma vez trazemos até aos estudantes artistas consagrados de vários géneros, numa festa que será como já é costume o maior evento académico do ano na cidade de Setúbal.

Contamos com a presença de todos vós neste evento que ficará, de certo, marcado nas vossas memórias.

Para mais informações, consultem o site da SA Setúbal 2009.

Flash IPS

Posted: 30 Novembro, 2008 by AEESE in Divulgação, IPS
Etiquetas:, ,

“Em 13 de Novembro, o programa radiofónico “Flash IPS” iniciou uma nova temporada que se prolongará até dia 25 de Dezembro de 2008.

Os sete programas que irão ser transmitidos permitem, por um lado, dar continuidade à aposta do IPS na formação dos estudantes da unidade curricular de jornalismo radiofónico do curso de Comunicação Social e, por outro, demonstra o sucesso que esta iniciativa tem alcançado.

O Flash IPS passará semanalmente na rádio Popular FM. Este programa é patrocinado pelo IPS e produzido na Escola Superior de Educação pelos estudantes do curso de Comunicação Social, sob a coordenação dos docentes Pedro Brinca e Ricardo Nunes.

Não perca todas as quintas-feiras, a partir das 15 horas, na Rádio Popular FM (90.9) ou acompanhe a emissão pela Internet em www.popularfm.com.” @ IPS_ESE

Aqui está uma excelente iniciativa que dá oportunidade a todos de estarem informados do que se passa no nosso IPS em poucos minutos, de forma bastante simples e profissional.

Ouçam o último programa nº3 aqui , os dois anteriores aqui, ou visitem o arquivo do Flash IPS e fiquem a par do que tem acontecido recentemente no politécnico.

Decorreu no passado dia 10 de Outubro, no anfiteatro da nossa escola, a apresentação oral dos resultados preliminares da avaliação internacional do IPS.

Poderá ter passado despercebido a muitos, mas o IPS está de facto a ser avaliado por uma entidade externa, a EUA (Associação Europeia de Universidades), que enviou ao nosso país uma equipa de avaliação composta por 5 académicos (entre eles uma representante dos estudantes) de vários países, que tentou perceber o que está bem e mal no nosso Politécnico.
A AE ESES reuniu com a comissão no dia anterior ao da apresentação, expondo alguns dos problemas que nós alunos sentimos na nossa escola, e esteve também presente no dia 10. Divulgamos de seguida um breve apanhado de algumas conclusões que foram apresentadas:

A equipa salientou que estes são tempos de mudança e de transição para o IPS. A instituição mostra sinais de evolução positiva, ainda que tenham sido detectados problemas com o staff académico, e deva ser dada uma especial atenção ao processo de centralização de serviços que está em curso, que se pretende mais útil aos alunos. Foi mencionado que a legislação portuguesa que afecta o IPS é de facto um obstáculo, mas que há maneiras de o contornar e confirmar o ensino em sistema de politécnico nunca como inferior ao das universidades. Diferente sim, mas que prime igualmente pela excelência.

A questão da investigação foi também bastante focada. Para a equipa de avaliação a investigação é um marco importantíssimo na vida de qualquer instituição de ensino superior, e que não está ainda muito desenvolvido no IPS. Foi até sugerido que se façam colaborações com outras entidades, nomeadamente universidades, para que se criem projectos de investigação adaptados à realidade do IPS.

A comissão concluiu que apesar do processo de unificação trazido pelo Tratado de Bolonha a diferença é um aspecto positivo quando se trata das realidades de cada país, e o valor do ensino no IPS é paralelo ao de outros politécnicos europeus, pois tem as suas vantagens quanto à empregabilidade.

Infelizmente não vimos muitas das questões apontadas pelas Associações de Estudantes serem mencionadas nesta apresentação. Foi relatada a nossa insatisfação face aos novos programas de estudo, mas muito ficou por dizer. Esperamos agora por uma relatório final de avaliação, onde sabemos que a opinião dos alunos não será posta de parte, e onde esperamos ver algumas sugestões para a melhoria do ensino no IPS.
Por vezes importa não olhar apenas para a realidade da nossa escola, e perceber que a mudança surge  habitualmente numa cadeia hierárquica, pelo que em grande plano, as alterações que se dão no IPS afectam em último todos os alunos. Há que estar atento a estas mudanças, para que depois não sejamos apanhados de surpresa quando achamos que algo está melhor ou pior.

Departamento de Comunicação e Imagem da AE ESES